O jogo que você não viu: Rocky Legends

Rocky, um lutador, um homem, um mito. Sua trajetória não vem de hoje, obviamente todos lembram daquele jogo de Master System lançado na sua época.

E antes disso teve ainda um para o Colecovision e aí ficou sem nada por muito tempo até que em 2002 teve o primeiro Rocky para PS2, Gamecube, Xbox e Gameboy Advance. Era basicamente um jogo arcade um tanto sem graça que ficou mais famoso pelos seus bugs:
Depois disso, em 2004, finalmente essa geração recebeu Rocky Legends e a nona sinfonia de Stallone ganhou um jogo à altura.
Tudo o que faltou no jogo anterior foi colocado aqui e a festa estava pronta. Usando um sistema clássico de botões (enquanto o sistema livre com o direcional da Electronic Arts ainda estava sendo desenvolvido e longe de ficar bom) a coisa ficou meio a meio entre o simulador e o arcade. A barra de energia complementava a barra de resistência que diminuía e o lutador ficava cansado e não podia atacar enquanto enchia de novo, e acertando golpes certeiros se ganhava os golpes especiais que podiam ser disparados ou estocados pra dar 3 violentas porradas que definem a luta.
 A ordem do dia aqui era trazer os filmes pra dentro do jogo e poucas vezes acertaram tanto. A primeira coisa foi que o jogo não está preso apenas ao Rocky, agora Apollo Creed, Clubber Lang e Ivan Drago tem seu próprio modo história. A história de todos foi expandida e vai mesmo desde o começo com momentos como Rocky lutando no meio da rua sem luvas, Clubber Lang lutando em um campeonato interno na cadeia e Ivan Drago passando por uma peneira do exército soviético com vários outros soldados chamados por números. Nos treinamentos, Rocky está no ginásio de Mickey (o treino de correr atrás da galinha é um extra desbloqueável) e Drago no laboratório.
Fora do modo história tem toda essa galera num total de uns 30 lutadores pelo menos. Rocky e Apollo tem versões diferentes por filme, os treinadores Mickey e Duke aparecem jovens e na melhor parte disso, todo e qualquer lutador que apareceu nos filmes está no jogo. Spider Rico lá do começo do primeiro? Os caras enfrentados por Rocky e Clubber Lang na abertura do terceiro filme? Estão todos lá, mas claro que o único que ficou de fora mesmo foi o Thunderlips do Hulk Hogan.
 Os cenários também foram muito bem trabalhados e dão um show à parte. Tem a rua da frente do ginásio do Mickey e o bar que Rocky sempre frequentou, a igreja do começo do primeiro filme com o padre como juiz,o  cassino do quarto filme com as dançarinas ao fundo, arena, salão, docas, armazém e muito mais. Todos foram feitos sem qualquer frescura e tem propagandas e placas de sua época. O lado ruim é que pra desbloquear isso tudo é preciso lutar e ganhar muitas e muitas vezes pra ir lá e levantar o dinheiro pra poder fazer essas compras. Outra grande mancada é que os cenários da rua só aparecem mesmo no modo história.
A jogabilidade é boa mas os movimentos são um pouco lentos, sendo que isso acaba por fazer parecer que os comandos não entram direito quando na verdade o jogo inteiro tem poucos combos, a grande maioria vai até 3 golpes e acima disso não deve ter uns 10. O comando de golpe especial também é complicado de usar, tem que apertar em sequencia o golpe forte (R1 ou RT) e qualquer botão com o timing certo (golpe alto e baixo dão ataques diferentes), meio difícil de acertar de primeira mas que se acostuma, só seria perfeito se volta e meia o jogo não entrasse com esse comando ao soltar o botão do golpe forte depois de deixá-lo pressionado por longos tempos.
A trilha sonora traz todas as músicas dos filmes então dispensa apresentações. Durante as lutas, quando um lutador fica com pouca energia, a música tema começa a tocar e dá uma moral pro jogador que ele se sente com força pra ganhar qualquer luta. As vozes também estão muito boas com imitadores muito bem escalados nas cutscenes. Só os gráficos que não estão aquilo tudo quanto à plasticidade mas compensam bem quanto aos cenários e seus detalhes. A dificuldade é muito irregular e fica numa coisa de que se joga 3 fases muito fáceis e uma muito difícil que vai levar a horas de muita frustração até se passar desse lutador.
Este jogo foi produzido anos antes de fazerem Rocky Balboa e os eventos e lutadores deste filme estão de fora aqui mas foram usados para o jogo de mesmo nome que veio sair depois para o PSP. O jogo foi direto para a modalidade arcade e acelerou a jogabilidade e a movimentação e deixou tudo mais simples. Ambos os jogos são extremamente recomendados para os fãs de boxe e obrigatórios para os fãs do Rocky.
Rocky Legends
MGM Interactive/Ubisoft
2004
Playstation
Xbox
Rocky Balboa
MGM Interactive/Ubisoft Montreal/Ubisoft
2007
PSP
E não se esqueça de nos seguir no Twitter e dar um joinha no Facebook

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s