Clássicos até o Fim: Alundra [24]

Após o tremor que sacudiu Inoa na edição passada, fui conversar com o povo da vila pra ver se alguém sabia de alguma coisa. Entrando na loja, Naomi conta que a Torla Mountain entrou em erupção, jorrando lava e pedra pra todo lado. Ao sair da loja, Yuri aparece e me conta o caminho até lá e que vou precisar da Ice Wand se quiser entrar na montanha. Como já tenho o artefato, é hora de seguir rumo ao tal vulcão!

Torla Mountain
Torla Mountain fica à direita de Magyscar, siga saltando nas partes altas até alcançar umas pedras no chão. Ao se aproximar, gêisers vão elevar as pedras, possibilitando chegar à entrada da montanha. Ao entrar, acenda a pira da esquerda e suba. Use a Ice Wand nos pilares e depois destrua-os com a Steel Flail, entrando pela porta em seguida. Na outra sala, siga saltando à direita até ver um baú no meio da lava. Salte ali (o dano é mínimo) e pegue um Life Vessel no baú (41) e use a placa ao norte para subir. Volte até por onde entramos nessa sala e siga para cima dessa vez.

Salte nas plataformas (cuidado com a bola de fogo que fica vagando por ali) até alcançar a parte no alto. Dê a volta e pise no botão lá embaixo, isso vai liberar as grades. Entre pela grade em frente ao botão. Na próxima sala, note 5 bolas de fogo pulando no cenário: use a Ice Wand para congelá-las de modo que formem uma ponte ali. É uma parte meio chata de se passar realmente. Na tela seguinte, há um save point à esquerda e uma escada à direita. Salve o jogo (se quiser) e siga para escada à direita (ignore por enquanto a entrada acima).

Agora existem alguns dispositivos soltando fogo na sala, pise neles para desativá-los e pegue uma Herb no baú à esquerda. Desça e sairemos na sala onde pegamos o Life Vessel, dê a volta e siga pela grade aberta no alto, dessa vez. Se cair, terá que repetir todo o caminho até aqui. Saindo na sala acima denovo, pule pra porta logo acima e entre. Suba pelas plataformas tomando cuidado com as labaredas até chegar em uma área com 3 aves parecidas com fênix, sobrevoando ali. Mate as três (use a Ice Wand para facilitar) e entre pela grade que se abriu acima. No baú ao lado, há uma Wonder Essence, caso precise.

Na sala seguinte, congele os pilares em brasa e empurre-os para conseguir subir na plataforma e seguir seu caminho ao norte. Supondo que o pilar da esquerda seja o P1 e o outro o P2, empurre dessa forma: P1 direita, P1 cima, P1 direita, P2 cima e P2 direita. Subindo, vem mais uma parte onde devemos formar uma ponte nas bolinhas de fogo com a ajuda da Ice Wand. Aqui é um pouco diferente, pois temos que formar uma escada até a parte mais alta. É difícil, mas não impossível, nada que algumas tentativas não resolvam. Um detalhe: ao formar uma plataforma, pule e permaneça nela, pois ela não vai se desfazer. Vá formando e pulando até alcançar o alto.

fique parado na plataforma até conseguir congelar a outra numa altura boa para o salto

O objetivo na próxima sala é acender todas as piras primeiramente, depois, retire a pedra que está sobre o bloco e apague todas as piras. Use a pedra para subir no bloco, alcançando a saída à esquerda. Nessa sala, mate todas as aves e caia no buraco que vai se abrir ao norte. Abaixo, desça e use os pilares na água para alcançar a plataforma no alto, à direita. Acione a alavanca e use a plataforma flutuante para chegar na saída ao sul. Ali, colete uma chave e as Charm Boots, que permite andar sobre espinho e lava. Pule no save point, recupere as energias e salve o jogo.

Assim que salvar, desça, passa pelas tartarugas e entre na porta do meio, ao norte. Atravesse as labaredas e siga para próxima porta. Na sala repleta de lava, mate os passaralhos de fogo, pegue a pedra ao norte e use-a para subir à esquerda. Pegue a outra pedra e faça uma escadinha com as duas do lado direito, para alcançar a porta, entrando por ela em seguida.

A próxima sala é enorme! O principal objetivo é acender todas as piras nela, mas existe uma certa ordem que precisa ser seguida, afinal, ao acender uma delas, alguma grade do lugar é fechada, provavelmente impossibilitando de alcançar a outra. Pois bem, vamos às coordenadas para se livrar desse lugar!

Primeiramente, ao entrar no local, siga para cima, passando por duas grades abertas até alcançar outra, trancada. Depois, vire à direita, passe por outra grade aberta e desça (há uma tartaruga na passagem). A salinha ali tem um piso estranho, à partir dele, continue descendo até ver uma pira, que precisa ser acendida. Note que a grade acima vai se fechar, caia na lava abaixo e siga para direita. Quando ver algumas plataformas na lava, use-as para subir na parte mais alta à esquerda e suba, passando por outra grade aberta.

notem a passagem esperta na segunda tela, por baixo das pedras…

Você verá outra grade à esquerda aberta, antes, acenda a pira à direita. Ela vai se fechar, então siga para o sul denovo, acendendo a pira abaixo. Note que a grade acima também vai se fechar, dirija-se ao sul e caia na lava, dobrando à esquerda até alcançar uma estátua. Acenda a pira próxima da estátua e siga para esquerda, passando pela grade aberta. Acenda a outra pira ali e continue subindo. Acenda mais uma e siga para direita, onde a última pira nos aguarda. Desça e cheque o piso estranho no chão! Depois de ser parabenizado por ter resolvido o puzzle, siga para cima e vire à esquerda, subindo novamente.

Na sala seguinte, temos um enorme buraco com uma ponte de madeira ligando as duas extremidades. A primeira coisa a ser feita é CAIR nesse buraco. Lá embaixo, mate todas as aves de fogo e jogue os feijões nos potes. Use as molas para pegar um Gilded Falcon no alto da tela. Para retornar, use o teleporte na parte baixa. Na tela da ponte novamente, congele os pilares, empurre um deles na direção do outro e, sem seguida, empurre o mesmo para o norte. Lá no alto, queime as plantas e use o pilar para alcançar a parte alta com a saída.

Next: a sala começa num corredor simples e acaba em uma estátua com 2 escadas, uma à esquerda e outra à direita, com direito à uma grande trancada no meio. Ao checar a estátua, ela fala algo como “os caminhos estão bloqueados pela escuridão“. Enfim, o lance é que, cada uma das escadas nos leva à uma sala com puzzles.

Começando pela escada da esquerda, ela nos leva à uma sala com um pilar em brasa e 4 piras para serem acendidas. Óbviamente, congele o pilar para poder interagir com ele. A ordem em que ele deve ser empurrado é a seguinte: esquerda, baixo e direita. Acenda a primeira pira. Depois, desça e empurre-o para cima. Acenda a segunda pira. Depois, empurre-o para esquerda para acender outra, e pra baixo, pra acender a última. Saia da sala e vamos pra outra escada.

Subindo as escadas da direita, temos outra sala bastante parecida, com o mesmo objetivo, mas envolvendo dois pilares dessa vez. Congele os dois pilares e vamos exemplificar como se o pilar da esquerda fosse o P1 e o da direita, naturalmente o P2. Dessa forma, empurre o P1 para direita e depois para baixo. Desse ponto, acenda as duas piras inferiores. Depois empurre o P2 para direita e para cima, acendendo a terceira pira. Por último, empurre o P2 pra esquerda, P1 pra esquerda também e para cima. Acenda a última pira e retorne à sala da estátua.

Cheque a estátua para repor as energias e suba pela grade aberta. Na última sala, pise nos dispositivos para desativá-los, mate as aves e pegue o Fire Book no baú. Pise no teleporte e vamos enfrentar o chefe da Torla Mountain!

Chefe: Wilda

Wilda é um oponente DEMORADO pra morrer. O dragão tem muita energia, e a única arma que pode fazer dano nele é a Ice Wand. Como a arma é fraca, espere por uma longa batalha até destruir o chefe. Para facilitar as coisas, equipe o Nava’s Charm e garanta invencibilidade aos ataques de Wilda. O chefe ataca de três formas: ou solta labaredas para te afastar, ou solta bolas de fogo pelo cenário ou causa um terremoto, que balança a tela e descontrola Alundra. Cada vez que o dragão abaixar a cabeça, ataque com a Ice Wand carregada para tirar mais energia.

Quando Wilda morrer, ela será congelada. Wilda se espanta com a força de Alundra, e, em seu último esforço, lhe entrega a Emerald Crest. Alundra é teleportado para Inoa, onde dorme e segue com suas dúvidas sobre Ronan e Melzas… Na manhã seguinte, Meia aparece dizendo que temos grandes problemas…

Mas isso pode esperar, por hoje chega, semana que vem (ou até antes) eu continuo com o Alundra.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s