PS 2 GAME OF THE WEEK 1 – LORD OF THE RINGS – The Third Age

A EA criou em 2004 o rpg que faltava da franquia LOTR: um bom e velho turn-menu-based, com skills, hp e mp e tudo mais. Devo dizer que é o jogo de PS2 (e tb do GameCube e XBox) mais legal da franquia justamente por este motivo. Eu gosto pacas do “hack-n’-bate-em-milhões” que o Return of the King proporciona, mas este The Third Age é mais cadenciado, e por isto, mais calmo de se jogar.

Que bicho bonito!

Na pele do Gondoriano Berethor, você é guiado por Gandalf, o Branco, seguindos os passos da Sociedade do Anel, saindo de Rivendell, passando por Moria, Rohan, Helm’s Deep e várias outras locações já conhecidas dos fãs da série (e de jogadores dos jogos anteriores). Na sua busca pela ajuda de Rohan para salvar Gondor, você encontra a elfa Idrial, o anão Hadhod, o ranger Elegost… e mais algumas personagens especiais (spoilers, não!), que dão a impressão de estar jogando com uma segunda Sociedade o tempo todo.

Chutando bundas de orcs!

Um dos melhores aspectos do game é a personalização de skills e equipamentos. Algumas habilidades você aprende com as lutas, ganhando levels e pontos para aumentar seus atributos físicos e mentais. outras você adquire usando as skills previamente aprendidas e descobrindo novas, criando uma “árvore” de personalização do seu personagem. Quanto ao equipamento você tem uns 6 slots só pra armas e armaduras e 4 para as Elfstones (pedaços de pedras que aumentam resistências contra certos elementos e ataques, e algumas permitem aprender a fabricar itens importantes para a equipe), possibilitando um total de 100.000 combinações diferentes para seu personagens, com as devidas alterações visuais no campo e na batalha. Isso mostra a quantidade de pesquisa envolvida pelo time que produziu o jogo.

Tela de equipamentos, skills, itens, atributos e tudo mais… múltiplas combinações para suprir suas fraquezas e aumentar seus pontos fortes!

As animações são excelentes (assim como a dublagem dos atores originais do jogo, como em todos os jogos da EA). O único problema do jogo recai na lentidão e repetição das batalhas, uso de skills e etc… no final, acaba-se perdendo muito tempo em batalhas contras inimigos fracos, se você não criar estratégias para os mesmos. Pelo lado bom, você tem um mapa de quests a serem completadas que dão EXP extra para o personagem que você controla na tela (só pode usar 3 de cada vez, como direito a um quarto char “convidado” para batalhas específicas. Você guia um personagem pelo campo de batalha (que pode ser alterado via L1), explorando os locais, encontrando baús com itens e equips, além de locações importantes e, claro, random encounters! E a propósito, tudo que você precisa vem dos monstros: equipamentos e itens caem aos montes. Não há dinheiro neste jogo (incrível, né? hahaha)

Árvore de skills que você aprende passivamente, ou ativamente, com a escolha e uso destas. Poupa-se tempo e exp selecionando as skills mais úteis naquele momento.

Tomando danos e usando skills, você aumenta uma barrinha à direita dos nomes de sua equipe, que cheia, possibilita o uso do Perfect Mode, um ataque bem forte que é bom guardar para inimigos numerosos e chefes de estágios. Suas skills podem ser mudadas de ordem de aprendizagem e de utilização. Sendo de fácil leitura e entendimento, você mesmo seleciona o que vai usar em determinada batalha, vendo que skill serve mais para que inimigo, e assim vai.

Ambientes lindamente texturizados aguardam sua exploração (apesar de sua área de movimento ser limitada por muros invisíveis)

A parte mais divertida do jogo vem quando você termina uma fase. Salvando o jogo e revisitando a região que você fechou previamente, você abre capítulos do EVIL MODE, onde você encarna os inimigos! Orcs, Uruk-hais, wargs e toda a escória de Mordor estão a seu dispor. Ganhando as batalhas, você abre itens extras que você pode salvar no seu jogo atual. Sugiro fazer isso sempre que fechar um capítulo do jogo normal.

Prefere encarar o Balrog ao lado de Gandalf? ou quem sabe jogar como ele no EVIL MODE?>:D

A certas batalhas vencidas, você ganha ORBs, com cenas dos filmes, e comentários de Gandalf sobre como os eventos descritos nos filmes afetam o futuro de seu jogo. É bem legal essa sensação de herói paralelo da Terra-Média! O jogo exibe uma trilha sonora exclusiva, com alguns remixes de trilhas conhecidas dos jogos anteriores. e aconselho ligar o PS2 num aparelho com stereo 2.0 ou 5.1 surround, pois o mix em THX provém uma sonoridade fora de série.

Recomendadíssimo para fãs da série e de menu-based rpg’s em geral.

Nota: 8/10.

7 comentários

  1. Juro que pensei ser outro jogo, aquele que é uma espécie de beat’em up medieval, tinha esquecido desse RPG da série de filmes!!

    Pelo visto o trampo da Square ficou fodástico, muito diferente dos lixos que ela faz atualmente…

    Belo post batera, agora que reinstalei meu PS2 vou atrás de jogos que nunca joguei!

    No aguardo de mais pérolas do PS2!

    1. na verdade, Cosmo, todos os jogos da série LOTR são licenciados à EA. Como eles têm direito ao material dos filmes, E NÃO DOS LIVROS, eles decidiram criar uma história totalmente nova usando a história dos filmes como paralelo.

      Recomendo também os 2 outros jogos da série, THE TWO TOWERS (também um rpg, só que bem mais simples), e o RETURN OF THE KING (esse é um beat’em up foda pra caralho…).

      E postarei mais e mais jogos aqui! PS2 FOREVER.

      1. Não, não são todos não. A licença da EA com a franquia LOTR expirou no LOTR Conquest (Multi), depois, a Warner Games assumiu a batuta e lançou os bons (eu disse bons, não sensacionais ou excelentes, apenas bons) LOTR: Aragorn’s Quest (Multi) e o recente LOTR: War in The North, cria do Snowblind Studios (Darkness, Syndicate, Justice League Heroes), além dos recém anunciados Lego LOTR e Lego Hobbit

      2. Pronto. Informações corretas sobre o licenciamento da franquia. Peguei o Aragorn’s quest. é um rpg-adventure bem simples, e com a estória de Aragorn sendo contada por Sam. É um ponto de vista bacana da história.

    1. Aconselho jogar os dois outros rpg’s da série para um completo conhecimento dos eventos deste jogo (pois ele não segue os eventos dos 3 filmes em sua integridade)! Vale o divertimento!😀

  2. Eu sempre tive preconceito com jogos do Senhor dos Anel… e acho que vou continuar tendo hehehe. Pa é tanta coisa que quero jogar no PS2 ainda… até choro ao lembrar da lista. Boa Batera!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s