MARATONA SNES – Dia 16 – Usando a Isca Certa

Mais um dia de jogos, risadas e pequenos desafios, inclusive aprendendo a pescar digitalmente e lutando com minhocas.

maratona16

[151] Fatal Fury Special
SNK, 1995
Luta

151-FFSpecial

Matt: Mais uma conversão bacaníssima do arcade, o único problema – não tão grande assim – é que ficou DIFÍCIL DEMAIS. Como todo fighting da SNK, a dificuldade é um tanto generosa, mas parece que quando convertem para os consoles menores, a coisa aumenta consideravelmente. Mas enfim, um belo espécime de luta para a coleção.

Max Carnage: Eu tive o Real Bout, não sei se é o mesmo game mas achei muito parecido. Gostava bastante.

[152] Mega Man X
Capcom, 1993
Plataforma/Tiro

152-MMX

Max Carnage: Algumas pessoas acham que esse não é o melhor jogo da franquia, mas pra mim ele vai sempre ser um dos melhores jogos do Super NES. Jogabilidade, trilha sonora, desafio, trilha sonora… porra… a trilha sonora, cara… :~

Matt: E QUE trilha sonora, heim? Mega Man X foi anunciado com bastante antecedência nas revistas da época e deixou todo mundo maluco, – Putz! Saca esse Meguinha cheio de armadura com uns chifres e botas! O jogo é completo, as sequências vieram para melhorar uns aspectos mas esse aqui, original dos 16 bits, é O jogo do Meguinha X.

[153] Air Cavalry
Synergistic Software, 1995
Simulador/Shoot’em Up

153-AirCavalry

Matt: Um simulador de helicóptero de combate que poderia ser muito bom se não fosse visto de trás e sim de dentro, talvez. Existem algumas missões por terreno e helicópteros diferentes para cumprir cada uma, jogue a seu próprio risco.

Max Carnage: Legal, já tinha ouvido falar bastante nesse jogo mas foi minha primeira vez. Meio como o famoso Desert Strike (Jungle Strike, enfim) mas de outra visão.

[154] Earthworm Jim
Virgin Interactive, 1994
Plataforma

154-EarthwormJim

Max Carnage: Ah, esse é dos bons! Poucas franquias conseguiram ser tão engraçadas quanto Earthworm Jim, com seu humor bizarro e efetivo, assim como a bizarra mania dos produtores por vacas. Não se sabe ao certo se Jim é uma minhoca, um verme ou até mesmo uma vaca (quem terminou o segundo game sabe do que eu estou falando), mas no mundo dessa aberração vale tudo, inclusive fases variadas e muito bem encaixadas.

Matt: Além de tudo que o Max escreveu, tem a trilha sonora que é muito bacana.

[155] GOAL!
Jaleco, 1992
Futebol

155-Goal

Matt: Mais um soccer no SNES, mais uma tentativa de emplacar um jogo bom desse esporte no console, mas todos sabem quando isso vai acontecer, e não é a Jaleco quem vai desenvolver. Goal é uma franquia que começou e até fez um razoável sucesso no Nintendinho, eu mesmo fazia muitos campeonatos com os miguxos da rua no Goal do NES, valendo pacote de biscoito para o campeão e tudo mais, mas esse no SNES deixa muito a desejar, seria melhor mesmo dar um upgrade gráfico na versão 8 bits e tava feito.

Max Carnage: Pois é, talvez por ser um dos primeiros do gênero pro console ou por ter vindo da geração anterior, mas hoje em dia é quase “injogável”.

[156] Demolition Man
Acclaim, 1995
Ação

156-DemolitionMan

Max Carnage: Demolition Man, baseado no filme de tiroteio intenso estrelando Sylvester Stallone e Wesley Snipes, segundo a wikipedia, sei lá, entendo bosta nenhuma de filmes. O game bem que tenta reproduzir a ação do filme com fases diversificadas em visão lateral e estilo “Zelda”, mas peca pelo controle horrível. Por exemplo, se você está atirando e for se agaichar, o filho da puta vira pra trás.

Matt: Jogo baseado em filme, já sabe, né? Esse aqui do demolidor viril (não confunda com o vermelhinho da Marvel) tem seus momentos, mas como todo game baseado em filme parece ter sido feito nas coxas e ficou com uma jogabilidade horrenda.

[157] Jeopardy! Deluxe Edition
Game TEK, 1994
Quiz

157-JeopardyDeluxe

Matt: Mais uma versão do show do milhão gringo, a mesma coisa do outro só que com temas diferentes.

Max  Carnage: Mega Drive pra que? Tá aí o teu Show do Milhão pro SNES…

[158] Bassin’s Black Bass with Hank Parker
Hot B, 1994
Pescaria

158-BlackBass

Max Carnage: Nesse game você joga com um carinha (que pode ser personalizado) e sai com uma lancha pela água até detectar a área que possuem os peixinhos. Aí você pára e pesca! Parece simples mas requer um certo conhecimento de pescaria para escolher os melhores anzois para os tipos de peixes e as artimanhas de balançar a vara pra fisgar o maluco. Mas pode ficar tranquilo, no começo tem um cara que te ajuda.

Matt: É um jogo de pesca, onde você não precisa se sujar com as iscas nem se furar com os anzois ou ficar horas no sol quente esperando uma fisgada, nem precisa tratar o peixe depois e ficar com aquele cheiro gostoso nas unhas por uma semana.

[159] Side Pocket
Iguana Entertainment, 1993
Sinuca

159-SidePocket

Matt: Se você quer jogar sinuca no video game, esse é o seu jogo.

Max Carnage: Eita porra, jogão pra todos aqueles amantes da desfrutação de um boteco com os camaradas, aquela cervejinha gelada e claro, aquele jogo predileto do local; o dominó.

[160] Alfred Chicken
Mindscape, 1994
Plataforma

160-AlfredChick

Max Carnage: Alfred, o franguinho que toma Gh e não faz nem efeito, pinta no SNES assim como fez no NES e posteriormente em outros consoles, como o PS1, com seu carismático jogo de sair matando ratos de brinquedo, caracois e interagindo com girassois e outros objetos. Enfim, ache passagens secretas, enfrente chefes, transforme os inimigos em notas musicais (?) e tudo mais.

Matt: Um plataform meio zuado que começou no Amiga lá em 93, um plataform bem genérico com uma galinha com cara de pica-pau que precisa fazer o de sempre dos jogos de plataforma.

Novidade! Confira os jogos da edição com a narração cheia de curiosidades feito pelo Matt:

1 comentário

  1. Jim Minhoca é clássico e hilário sempre me lembro dele quendo num domingo de mau humor, ele me fez rir. os dois Earthworm JIm está sempre no meu coração, e ainda torço por algum dia alguma empresa revivê-lo num novo game na época atual.

    Megaman X: confesso que apenas zerei do X4 ao X6, mas nesse ano penso zerar do X1 ao X3 para me livrar desse pecado. já o X7 e X8….prefiro não arriscar.

    Side pocket: não sou fã de Sinuca, mas ainda pretendo zerar esse jogo. e a trilha sonora é bacana ouvir num fim de tarde, no caminho para casa depois do trabalho. façam o teste.

    Demolition Man: nem sabia que tinha o Demolidor para o SNES, tentei pegar o do Mega Drive, mas não funcionou. espero que seja bom.

    Goal: saudade de quando o Futebol dos games era simples, funcional e gostoso de jogar e olha que não gosto do esporte. hoje em dia……Fifa e Pes……tsc!

    Fatal Fury Special: ao menos esse tem os bosses liberados e tem o Gesse ( maldito #@!$@$#) e pode enfrentar o Ryu Sakazaki se você for bom no jogo. e na zerada do Terry aparece a Sulia (eu acho que é ela) do terceiro Ova/anime do Fatal Fury.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s