MARATONA SNES – Dia 19 – Algo Suspeito Correndo por Aqui

Chegou aquele momento mágico, tão aguardado por vocês, de acompanhar mais um dia dessa nossa louca aventura. Vamos comigo para o décimo nono dia da Maratona SNES.

maratona19

[181] Super Off Road – The Baja
Leland Interactive Media, 1993
Corrida

181-OffRoadBaja

Matt: Joguetinho de corrida no circuito mais épico do circuito mundial de Rally 4×4, o famoso Baja 1000, ou nem tão famoso assim. Você controla a sua caminhonete nitrada e sai atropelando quadriciclos até alcançar o Ivan Stewart na caminhonete vermelha e vencê-lo, o negocio fica dificil com o avanço das etapas e também seu veículo precisa de cuidados especiais a cada intervalo.

Max Carnage: Nesse jogos pseudo-3D do SNES me perco todo nos controles. No final das corridas o cara se irrita igual ao seu Madruga.

[182] Adventures of Yogi Bear
Cybersoft, 1994
Plataforma

182-Yogi

Max Carnage: O ursão malandro também pintou no SNES com um game bem bonito, belo dum visual, controles marromeno mas que erra na repetitividade. Você vai pular em muitas cestas de piquenique, desabrochar muitas flores e pegar muitos reloginhos até chegar numa nova fase.

Matt: Genérico até dizer chega, mas com gráficos bacaninhas. Pronto, resumi.

[183] Bonkers
Capcom, 1994
Plataforma

183-Bonkers

Matt: Bonkers foi promovido a segurança do parque da Disney e três tesouros foram roubados bem na hora do serviço dele, para não ter que dar explicações ou arcar com o prejuízo, o gato malandro sai em busca do ladrão. Um plataform legalzinho que lembra o Tiny Toons mas ao mesmo tempo não tem nada a ver, entende?

Max Carnage: Esse jogo queria ter descoberto quando frequentava as locadoras. Eu como fã de plataforma gosto bastante, mas infelizmente não joguei ainda o suficiente. Mistura de Tiny Toons com Magical Quest.

[184] ESPN National Hockey Night
Sony Imagesoft, 1994
Hockey

184-ESPNHockey

Max Carnage: Temos aqui um caso de jogo que mostra uma prévia do que viria no Playstation bem pouquinho tempo mais tarde. Aqui você escolhe o modo de jogo, a visão do campo e muitas outras opções, seu time né, e vai pra area apertando os direcionais que nem doido pra saber quem você controla ali. Sei lá, achei chato bagarai, apesar de muito bem produzido artisticamente.

Matt: Gostei, bem melhor que aquele da EA Sports, belos gráficos e boa jogabilidade, para quem curte hockey.

[185] Jurassic Park 2: The Chaos Continues
Ocean Software, 1994
Ação/Aventura

185-JP2

Matt: Mais um título que eu jamais tinha jogado e jamais jogaria se não fosse essa maratona. Não se engane pelas imagens bonitinhas, esse game é pra lá de ruim.

Max Carnage: Imagine um Contra com dinossauros. É, exageros a parte essa parece ter sido a proposta do jogo, mas jogue o primeiro e seja bem mais feliz. Um detalhe curioso nesse título é que não pode sair matando os dinossauros, ao contrário, tem que preservá-los o_0

[186] Clue
Park Brothers, 1992
Estratégia

186-Clue

Max Carnage: Aahhh quanta nostalgia. Sim, esse é aquele famoso jogo de tabuleiro que saiu aqui no BR com o nome “Detetive”. O game é uma simulação desse jogo de tabuleiro com todos os personagens, elementos e lugares para investigar. Bom pra juntar uma galera e rolar os dados, seja no game ou no tabuleiro.

Matt: A mesma onda do jogo de tabuleiro só que na televisão. De 3 a 6 pessoas, a partir de 12 anos.

[187] Cutthroat Island
Software Creations, 1995
Aventura

187-Cutthroat

Matt: Jogo baseado no filme (nota 5,4 no IMDB) de 1995 que tem a Geena Davis dando uma de pirata. O jogo é bem legal, uma animação bem fluida e bem jogável, esqueça que a história se baseou num filme meia-boca e jogue de boa.

Max Carnage: Difícil acreditar que seja um game baseado em filme. É legal e lembra um pouco Prince of Persia.

[188] D-FORCE
Asmik, 1991
Scrolling Shooter

188-DForce

Max Carnage: Jogo de “helicoptrinho” bem no estilo classicão, com uma mecânica bem simples. Nada de escolher seu veículo, o jogo praticamente já começa lançando contra os inimigos jogando tiros e pegando power upgrades. Difiiiici bagarai e com uma musiquinha bem legal no fundo, acho que só vai sair da cabeça depois de amanhã.

Matt: Esse caberia muito bem no Nintendinho, um jogo genérico de navezinha que a tela vai subindo, com abuso dos efeitos de zoom e rotação muito feito nas coxas e uma feiúra gráfica que nem combina com o Super Nintendo, o som também é algo deprimente, parece um jogo de Mega Drive.

[189] Justice League Task Force
Sunsoft, 1995
Luta

189-JusticeLeague

Matt: Lutinha com os super amigos, até fica bacana depois que você se acostuma com os controles e a dificuldade exagerada. Os golpes especiais são fáceis de executar e tem 2 modos de jogo fora o versus. Legal.

Max Carnage: Batman, Superman, Muié Maravilha… quer mais? Aquaman, Flash, Arqueiro Verde…acabou. Porra, o universo da DC é bem maior que isso, num fode!

[190] Mickey’s Ultimate Challenge
Hi-Tech Expressions, 1994
Puzzle

190-MickeyUC

Max Carnage: Mais um jogo do Mickey, mas esqueça aquelas maravilhas da Capacom e da Sega. Esse aqui é bem simples e objetivo, feito focado para o público infantil. É composto por alguns minigames e tem o objetivo de chegar no céu e acordar o gigante. Pessoas adultas terminam por volta de vinte minutos no modo normal (eu pelo menos :x). Ah, um detalhe é que a capa tem muito pouco a ver com o game, beirando o nada a ver com a vida.

Matt: Puzzle basicão feito para o publico infantil desenvolver um pouco o lado esquerdo do cérebro.

Não deixe de ver o vídeo do dia!

Anúncios

6 comentários

  1. Eu gostava do Yogi Bear, apesar de só ter jogado via emulador.

    Bonkers eu aluguei uma ou duas vezes. Eu sempre gostei de jogos de plataforma nesse estilo animado.

    Já esse último do Mickey eu não cheguei a jogar muito tempo, mas lembro de ter zerado. Parece que era muito curto.

  2. Jurassic Park- se não pode jogar Dino Crisis, vai esse mesmo. jogava nas locadoras e era bem divertido.

    Bonkers- peraí, o Bonkers é um gato?? sei-la, eu achava que era um primo distante do Marsurpillammi…dei uma jogada, mas não o zerei.

    Justice League Task Force- rapaz, eu joguei na época…é esforçado

    desses, o Super Off Road é que me deixou mais interessado

  3. Caramba, o Jurassic Park é bem legal. Jogo extremamente difícil mas com uma jogabilidade impecável e trilha sonora memorável ( a parte da Raptor Attack que entra no laboratório consegue passar uma sensação de tensão como poucas música no snes). Parte ruim que eu destaco é devido a dificuldade, memorização se faz mais que necessária. Depois deem uma olhada melhor, talvez vocês de opinião.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s