MARATONA SNES – Dia 40 – Até Quando você vai Levando Porrada Porrada

A Maratona segue a todo vapor, completando com alegria hoje 400… QUATROCENTOS jogos jogados… é jogo pra chuchu. Vamos nessa que ainda falta um bocado!

maratona40

[391] Super Street Fighter II: The New Challengers
Capcom, 1994
Luta

391-SSF2

Matt: Que jeito lindo de começar o dia de hoje, fechando 400 jogos hoje! Super Street é o exemplo de como melhorar o que já é bom, sem precisar inventar muito. Meteram 4 lutadores novos, gráficos, sprites e modos diferentes de jogar… Épico!

 Max Carnage: Agora sim heim, o SFII lançado direito com a galera toda.

[392] Daze Before Christmas
Sunsoft, 1994
Plataforma

392-Daze

Max Carnage: Hooohooohoohooo, feliz natal (só que não, ainda tem muito ano). Jogo manjado nos blogs de games em todo final de dezembro e ainda assim uma surpresa pra muitos; um game do bom (e mau depois do café) velhinho. O que surpreende ainda mais é que esse jogo é muito legal! Além das fases de plataforma, tem as fases pra jogar os presentes nas chaminés. Bacana mermo.

Matt: No início, mais um plataform estilo pernalonga da Sunsoft, mas aí de repente o bom velhinho vira uma criatura sinistra e do mal… aí ganhou minha atenção.

[393] Syvalion
Taito, 1992
Shooter/Arcade

393-Syvalion

Matt: Mais um jogo totalmente dispensável na rica biblioteca do querido SNES. Surgiu de um arcade de 1988 que deveria ter ficado nos fliperamas mesmo.

Max Carnage: Porra eu achei esse jogo legal. Mas não gastaria dinheiro com ele não, só pra jogar de boa tipo uma vez na vida.

[394] Kirby’s Dream Land 3
Nintendo, 1997
Plataforma

394-Kirby3

Max Carnage: Kirby chega aos 45 do segundo tempo no console com mais um jogo recheado de fãs, recheado de bichinhos, recheado de poderzinhos, cheio de fases e a mesma chatice de sempre.

Matt: Para se despedir do SNES, mais do mesmo, o Bubbaloo rosa que suga os inimigos e assume seus poderes… Esse jogo só precisava ser mais rápido.

[395] Mega-Lo-Mania
Sensible, 1994
RTS (Estratégia em Tempo Real)

395-MegaLo

Matt: É preciso tentar entender como funciona esse troço, aí depois de entender você tem certeza que é uma porcaria.

Max Carnage: Impossível acreditar que isso aí tá perto dos Mega Man na ordem alfabética.

[396] Natsume Championship Wrestling
Natsume, 1994
Luta

396-Natsume

Max Carnage: Ah mais um jogo chato igual a um monte desse tipo que já apareceu aqui.

Matt: Po..

[397] Pop’n TwinBee
Konami, 1993
Shoot’em Up

397-Pop

Matt: Agora a fofura vem voando, lá vamos com as navinhas com mãozinhas da Konami, um jogo bem legalzinho e dinâmico.

Max Carnage:  Jogo massa que eu aluguei muito, de uma franquia popular no Japão e que com alguma sorte veio parar por aqui. Figura fácil também as referências a ele na série Parodius.

[398] Olympic Summer Games
U.S. Gold, 1996
Esportes

398-Atlanta

Max Carnage: Jogo sobre azolimpíada do Faustão, digo, de verão de 96. A olimpíada foi inesquecível, mas o game poucos lembram. Ele seria até um bom jogo se te explicasse o que fazer nas provas; o modo de treino é totalmente inútil.

Matt: Espero que no manual de instrução disso venha explicando como se pratica os esportes… é mais difícil que adivinhar fatality sem revista

[399] Romance of the Three Kingdoms II
Koei, 1992
Estratégia

399-Romance2

Matt: Quem acompanha essa maratona já viu uma meia dúzia desse tipo de jogo, então já sabe né.

Max Carnage: .

[400] Spindizzy Worlds
ASCII Entertainment, 1992
Puzzle

400-Spindizzy

Max Carnage: Nesse jogo você controla um PIÃO em cenários pseudo 3d de quebra-cabeças para decifrar antes que seu combustível acabe e com um desafio maior ainda, encarar um controle irritante.

Matt: Imagino que mente perturbada idealiza esse tipo de coisa.

 

4 comentários

  1. Bubaloo rosa girando…rs

    Tenho que escolher um megalomaniaco….kkkk

    Pelo menos terminei em 4º lugar…rs

    Tem o Dee Jay que não sabe mixar nada e entrou no game pelo sistema de cotas…auehuaheuhe

    Porra mano, vocês são demais,muito engraçado, cada vídeo fica melhor, parabéns!!!

  2. Eu tinha o Twinbee de Nintendo NES no meu Polystation, hehe.

    O Kirby Dreamland 3… Não é um jogo ruim, pelo contrário, é muito bom. Mas ficou meio apagado por ter sido lançado muito tarde, e ainda por cima é inferior ao SuperStar que foi lançado um ano antes.

    E eu ainda acho Super Street Fighter II o melhor da franquia. Eu tinha o SF II original, e uma vez peguei o Super emprestado de um amigo. Fiquei impressionado quando vi aquilo.

    O Daze Before Christmas é muito legal. E é verdade que sempre marca presença em blogs de jogos clássicos no final do ano, hahaha.

    Ah, e eu ri da análise do Romance of the Three Kingdoms.

  3. Super Street Fighter II: Sinceramente, eu não gostei muito do design dos personagens neste jogo; apesar de melhor trabalhados, achei todos mais feios do que na versão anterior (o Ryu parece até que pegou malária). Quanto ao sistema de cotas, não foi só o Dee Jay não, todos os quatro novos personagens entraram nessa: Dee Jay pela cota de negros, T.Hawk pela cota de indígenas, Fei Long pela cota de chineses e Cammy pela cota de gostosas.

    Daze Before Christmas: Um raro bom game sobre o Natal (não é à toa que ele aparece tanto nas listas), tecnicamente o game não traz nenhuma inovação, mas é bom assim mesmo.

    Svalion: No mínimo, vale pela originalidade.

    Kirby’s Dream Land 3: Chegou muito tarde para ser classificado como um dos clássicos do Snes, apesar de ser bom (e putz, Bubbaloo foi foda! Como é que eu nunca pensei nisso até hoje? Hehehehe).

    Pop’n Twinbee: Fiquei com receio que vocês fossem falar mal desse; gosto muito de Pop’n Twinbee, mas sempre que tento apresentá-lo a outras pessoas o game costuma ser rejeitado, na maioria das vezes por causa dos gráficos. E é uma surpresa que a capa americana seja praticamente idêntica à original japonesa, em geral eles costumavam mudar (que nem aconteceu com o game do Ranma).

    Olympic Summer Games: Será que tem algum game sobre as Olimpíadas que realmente prestou? Barcelona 92 para Mega Drive até que era aceitável (apesar das provas de corrida e natação serem um #@ de jogarem), mas nada que possa ser considerado como um legítimo clássico.

    Romance of the Three Kingdoms II: Koei, todo ano contando a mesma história com outras palavras e nos ensinando o básico da história da China e do Japão (quer dizer, se conseguir filtrar a informação verdadeira da fantasia)… e tudo isso muito antes de Dynasty Warriors.

    Spindizzy Worlds: Curiosamente, quase uma década depois, lançaram um game baseado no anime Beyblade que é exatamente igual a isso!

    Battletoads in Battlemaniacs (do post anterior, mas como sou um battlemaníaco faço questão de escrever sobre esse): Gosto muito de Battletoads e sempre achei ruim que o Snes não teve uma versão do game original de Nes. Este aqui é baseado no original, mas apesar dos gráficos melhores sua qualidade está aquém da do original, além de ter apenas a metade das fases. Mesmo assim, vale a jogada, pois o game ainda consegue captar bem a essência da série.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s