MARATONA SNES – Dia 44 – Panela Velha é que faz Comida Boa

Ano novo, novos planos, novas metas, e a gente aqui penando a cauda na maratona mais épica de todos os tempos, jogando um atrás do outro até fechar a lista dos 777 jogos lançados para o SNES no lado de cá do planeta, e vamos embora com mais 10, porque grande é a fome e velhas são as panelas.

maratona44



[431] Sonic Blast Man
Taito, 1993
Beat’em Up

431-SonicBlastMan

Matt: Achou que não tinha Sonic para SNES? HÁ! Sonic Blast Man, ele mesmo, o carinha estranho daquele jogo de arcade que tem um poste pra você dar um soco e se exibir para as adolescentes. Só que esse aqui é um beat’em up muito maneiro, cheio de onomatopéias e exageiros. As fases de bonus são de socar as coisas ou pessos, tipo o jogo do fliperama, só que sem socar literalmente o controle.

 Max Carnage: Jogo pra quem bate doído. Ah, o fliper. Esse aqui qualquer franga joga.

[432] Aerobiz
Nintendo, 1993
Shooter

432-YoshiSafados

Max Carnage: Enfim o Safari propriamente dito! Depois visitar outros games em seu safari, Yoshi sai com Mario e sua Super Scope atrás do Bowser e sua turma pra enchê-los de pipoco. O game é relativamente fácil e você só tem duas ações, atirar ou pular. Os inimigos da série Super Mario Bros aparecem e peso mas não vão dar trabalho não. Os itens estão todos aqui também, cogumelo, flor, estrela…

Matt: Um jogo inventado pra vender a bazuca inútil, aqui no mundo da emulação a gente joga com o mouse e tudo fica mais fácil, uma boa pedida para o seu filho de 6 anos.

[433] Plok
Software Creations, 1993
Plataforma

433-Plok

Matt: A capa dá pra enganar, olhando a ilustração dá para acreditar que é um joguinho interessante, estilo Super Mario ou até mesmo uma aventura diferente, mas não… é mais um entulho que enche a paciência e te dá dor de cabeça com as cores berrantes e o vai e vem da tela. Mas algo me diz que o Max gostou desse jogo, vamos ver aí em baixo?

Max Carnage: Jogo bacana, é o que tem de melhor pra plataforma 2D nos 16-bits, um verdadeiro marco do mundo dos games que dividiu águas e fez o mercado subir de maneira imensurável, numa época onde Mario e Sonic já estavam batidos e os gamers procuravam um mascote interessante e inovador. MINTIIIIRA! Joguinho horrendo da porra.

[434] Imperium
Vic Tokai, 1992
Shoot’em Up

434-Imperium

Max Carnage: De repente, sobre o safari do Yoshi o bicho pega no céu. Uma guerra começa a rolar num game que vai direto ao assunto, onde você controla uma nave (um robô na real) que precisa botar ordem na casa. O game é difícil pra caramba; se morrer, é game over. Porém você ganha armas novas e elas vão evoluindo conforme vc avança.

Matt: É mais do mesmo, a navezinha que atira, atira, atira e pega coisinhas que mudam o tiro, aí mata um inimigo maior e começa tudo de novo em outro cenário, ou não. O comendador aprovou esse título.

[435] Nickelodeon Guts
Viacom New Media, 1994
Gincana

435-GUTS

Matt: Uma época passada existiu um programa de TV lá pra cima que fazia uma espécie de gincana com adolescentes e tinha esse nome, aí alguem pensando em cifras de dólares fez o game do game para aposentar mais cedo com o traseiro cheio de dinheiro, acho que faliu.

Max Carnage: Que merda irmão, isso é tipo um game do passa ou repassa.

[436] College Football USA ’97 – The Road to New Orleans
EA Sports, 1997
Football

436-College

Max Carnage: E voa a bola no safari do Yoshi. Blá blá blá, outro jogo de futebol americano só que mais lento por carregar gráficos mais pesados.

Matt: Agora que tá na moda assistir os playoffs da NHL e se achar que entende tudo de football, vai mais um game aqui, esse tem os times universitários, mais ruins que os outros, e gráficos pesadões.

[437] NHL ’95
EA Sports, 1994
Hockey no gelo

437-NHL95

Matt: Mais um da série que dava dinheiro à Electronic Arts, lançando todo ano mais um jogo igual com musiquinhas e aberturas diferentes.

Max Carnage:  Foda-se isso aí, o negócio agora é curling. E o joguinho do molejão de curling. Força na chaleira!

[438] Chuck Rock
Sony Imagesoft, 1992
Plataforma

438-ChuckRock

Max Carnage: Chuck Rock é mais um game de plataforma pré-histórico como tantos outros na época, mas não tão bom quanto a maioria (onde já se viu um game de plataforma onde não dá pra pular no inimigo?). Se quer um game assim bom vá de Flintstones, Prehistorik Man, Congo’s Caper…

Matt: Mais um plataforma que enjoa rápido, claro que ficou muito superior ao Mega em todos os aspectos, mas mesmo assim uma bosta.

[439] Metal Morph
Origin Systems, 1994
Run ‘n Gun

439-MetalMorph

Matt: A idéia é um cara num futuro próximo (2214) que tem uma doença rara que faz ele se transformar em mercúrio líquido e entrar por tubulações de boa, a mesma doença que o Mario tem, mas ele consegue fazer isso sem precisar virar um gel cinzento. A jogabilidade é horrorosa e o som faz voce querer que o cartucho vire mercurio e escorra pelo ralo.

Max Carnage: É o Kano do Mortal Kombat no jogo errado. Porra nego, cada vez que tu leva um tiro gasta um continue.

[440] The Addams Family
Ocean, 1992
Plataforma

440-AddamsFamily1

Max Carnage: Esse é um game que eu conheço já de bastante tempo atrás dos emuladores e nunca dei muita bola. E sabe que é muito bom? Você joga com o chefe da casa na tentativa de resgatar sua família de seres ainda mais macabros do que eles mesmos, passando por várias áreas terríveis.

Matt: O mais legalzinho dos jogos da Família Addams, muita exploração com um controle decente.

3 comentários

  1. Família Adamns pra mim, o único que é realmente bom é o Values, aquele Zelda-like. Mas vou dar uma chance á esse, como o Max, eu sempre passo por ele no emulador mas nunca peguei pra jogar sério.

  2. Pô, sério, vocês perderam todo meu respeito depois que li a análise do Plok! Desde criança eu o considero um dos melhores plataformas do SNES! Parei de acompanhar o blog!

    Hahaha, claro que tô só brincando. Cada um tem sua opinião. xD

    Eu acho Yoshi’s Safari um jogo bem bonito no quesito Gráficos. Nunca pude jogar no meu SNES porque nem sabia que existia essa Super Scope na época, mas cheguei a terminá-lo pelo emulador.

    O Sonic Blastman… Puts, eu tenho um amigo que era viciado nele. Ele comprou um SNES usado e tinha esse cartucho junto com Mega Man 7 e um do Wolverine, que não lembro o nome inteiro. E ele vinha na minha casa pra jogar o 2 pelo emulador. Detalhe que o cartucho do Wolverine era tão velho que só tinha o chip verde. xD

    E eu nunca joguei esse Imperium, mas as fotos e a descrição me fizeram lembrar do Space Megaforce, que eu tava jogando hoje à tarde… Só que o Space Megaforce parece um pouco melhor.

  3. incrivel, não tive a oportunidade de jogar nenhuma desses games quando era moleque no meu SNES, mas hoje eu comprei um everdrive e posso jogar esses games, ah como é bom.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s